Destaques

THE CATEGORY IS... | MELHORES ÁLBUNS DE 2019!

Por Bárbara Herdy •
segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

Hey, Mates! Tudo bem com vocês?



Chegou o fim do ano e eu escutei um ALELUIA da galera? 
Para mim esse ano foi cheio de altos e baixos musicais. Um passeio pelos gêneros e me agarrei em três álbuns que me surpreenderam nesse ano. E eles são:





LOVER

Taylor Swift

Eu gosto da nostalgia desse álbum. Gosto que ele te faz sentir jovem com Me!, te faz querer dançar pela casa com Cruel Summer, cantar pela rua com Lover, cantarolar as canções no chuveiro com The Man. É um álbum completo. Tem para todos os gostos, do pop dançante ao pop calminho para chorar as mágoas escorregando pela parece. Acredito que esse álbum também acabou conquistando os fãs antigos de Taylor que se distanciaram dos trabalhos atuais da cantora e novos fãs. Ela conseguiu unir em um trabalho o melhor de todas as suas criações, quase que um álbum de celebração ao amor dela pela vida, pelo trabalho, pela arte. Gosto e acredito que os próximos trabalhos da Swift partirão desse molde.

Minha única reclamação é com a Universal que lançou esse álbum no Brasil por R$70 reais (!!!) com capa comum (acrílica com capinha com letras) e nem DELUXE é. Tem uma versão toda cheia de beregueteque americana que eu pagaria 70 dinheiros facim, mas a versão comum por esse preço? JAMÈ! Assim não dá, né?

UMA MÚSICA: Cruel Summer.




LOVE + FEAR
MARINA (ex THE DIAMONDS)

Vários amigos comentaram sobre esse álbum declarando ele como um dos melhores trabalhos da Galesa. Não houve exagero da parte deles. Love + Fear tem muitas influências de Froot, mas longe de classificar esse álbum como uma extensão do seu antecessor. Aqui, Marina trabalha com os ritmos trazendo um pouco de uma vibe nostálgica mesclando com sons contemporâneos e abusa de letras melodramáticas e mensagens positivas. É um álbum dividido pelo lado do LOVE e o lado FEAR e esses sentimentos são abordados nas músicas, suas importâncias e seu papel na vida de um individuo.


UMA MÚSICA: Too Afraid.




NORMAN FUCKING ROCWELLLana del Rey

LANA ESTÁ DE VOLTA! Poetisa, romântica, meio dane-se a vida, meio eu quero vivê-la na sua totalidade. Esse álbum, para mim, não é o mais envolvente, nem o mais emocional, mas é o mais bem acabado, mais completo em ritmos, mais inspirado em composição e visualmente lindíssimo. Eu considero a Lana uma artista completa desde Born to Die, sua estréia. Além de completa, seus álbuns seguintes mostraram uma artista determinada, que se conhece muito bem, exploradora e sem medo de arriscar. Acredito que NFR! foi uma junção de todos os elementos que Lana tem trabalhado em seus álbuns antecessores com um diferencial: experimental. 
UMA MÚSICA: Doin' Time


Para você, qual foi os melhores álbuns de 2019? Deixa aqui no comentários.


Um beijão da Bárbara Herdy ♥

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

© Hey, Mates! – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in