Destaques

ACABOU A ''ESQUECÍVEL'' ÚLTIMA TEMPORADA DE GAME OF THRONES

Por Bárbara Herdy •
segunda-feira, 20 de maio de 2019

Acabou. Essa temporada foi um suplício. Para piorar (ou não?) ela é a última. Não tem como consertar as burradas, nem como piorar o que já está ruim.
Eu esperava vir aqui com o coração partido pelo término de uma das séries mais importantes da década e eu me sinto: 



CUIDADO! SPOILER!


Não foi um final ruim para essa temporada. Foi péssimo para uma série em sua última temporada. Se você analisar o episódio como uma consequência de tudo que permeia essa última temporada, ele é um episódio bom, deixa algumas coisas em aberto, mas que poderiam ser resolvidas SE tivesse uma nova temporada. Não é o caso. 

Como produto de uma série complexa foi um episódio bem mesquinho, sem pé e cabeça e extremamente vazio. Nunca terminei uma finale de uma série sem me sentir devastada por ter que me despedir dos personagens. Acabei Game of Thrones com a sensação que domingo que vem tem mais desse novelão ou nada importou.



The Iron Throne não encerra uma narrativa. Ela debocha de toda a sua complexidade e desenvolvimento. Ela desvaloriza todo o crescimento narrativo dos seus personagens dando, para a maioria deles finais que não condizem com as suas narrativas ou pior que não dignas do seu papel na série.

Por mais que eu imagine Arya Stark como uma exploradora do novo mundo, eu não consigo imaginá-la se afastando do Norte por livre escolha por um tempo indeterminado. Ela ficou longe de sua família por décadas e quando ela pode se reconectar com a sua irmã, ela vai embora indefinidamente?  

O destino de Jon Snow é agridoce. Fiquei inconformada por ele ter seu destino entrelaçado a muralha (agora inútil), mas ao mesmo tempo, qual seria um destino justo a um personagem honrado que sofreu toda a sua vida por culpa de segredos? Por outro lado ele reuniu-se a Tormund, Ghost e os selvagens e uma alusão aos caminhantes brancos me passou a impressão que Jon liderará um novo tipo de caminhantes, os exilados por Westeros. Um outro ponto decepcionante ao cubo foi toda a história de Jon ser um Targaryen ter servido para absolutamente nada. Ninguém descobriu sobre isso! Quem sabia ou morreu ou está fingindo não saber de nada (né, Tyrion?) Todo esse enredo serviu como alegoria (ou seja, como cliffhanger e plot twist). O Senhor da Luz salvou para nada. Ele não teve nenhum papel de importância nem na guerra com o Rei da Noite, nem em Porto Real.




Bran Stark e a entidade que reside em seu corpo acabou se dando bem que nem aquele coleguinha no colégio, sabe? Você tem um trabalho em grupo e tem aquele ser que não faz nada e só pede para colocar o nome dele. Esse é o Bran, o quebrado. Inexpressivo, sem conexão com o público. Ele não ganha a simpatia do público nem mesmo o voto de confiança. Ele soa muito mais como um vilão que conseguiu enganar a todos com o seu jeito pouco ameaçador. De qualquer modo nunca saberemos como isso seria. 

Um outro problema grave foi toda a situação do conselho decidindo quem será o novo Rei ou Rainha dos sete reinos. O que era para ser, talvez uma das cenas mais importantes de toda a série se torna uma das cenas mais piegas, forçadas e sem, novamente, expressividade alguma. A cena é uma bagunça. Os diálogos sem sentimento. Os atores parecem exaustos interpretando os seus personagens. Temos um Verme Cinzento com sangue no olhos e nada além disso. Ele perdeu Missandei e a sua Rainha e o resumem a um cara enfurecido. Tyrion que, até então era um prisioneiro tem o direito a um monologo que, ninguém pediu a ele sobre quem deveria ser o rei. Se não fosse só isso ele também ainda é quem delimita as regras futuras para ser rei e todos concordam. Sem discussão alguma. Quando Sam, um pouco antes, recomenda que eles façam uma escolha democrática o rapaz é respondido com risadas de deboche. O povo ter o mínimo de poder é inconcebível para eles. O fundo do poço com a Samara rindo para mim é o Tyrion dizendo para o Verme Cinzento que com Bran como rei, "eles quebrarão a roda, como a rainha deles queria". AHH, como se nada mudou? A monarquia ainda existe, não houve mudanças sob os comandos dos reinos, nem a mão do rei mudou... é parece tudo igual, né?

De todos os finais, o de Sansa Stark é o menos pior. Eu desejava que ela se tornasse rainha do Norte e assistir isso realizar é a uma das poucas satisfações que eu tive nesse último episódio. ISSO e essa cena IMPECÁVEL produzida por um CGI bem trabalhado, uma direção de cena inspirada e uma fotografia arrepiante:



Quanto ao final de Daenerys: poderia ter seguido por tantas direções mais ricas, complexas e interessantes. Eles poderiam dar o benefício da dúvida a ela, já que ela só demonstrou um sinal de instabilidade emocional (?). Ela poderia surpreender a todos e matar o Jon e revelar que nunca o amou e o usou para conseguir o que ela desejava: exército, o norte e o trono. Ela poderia ter se arrependido, não se reconhecer mais e abrir mão do trono ou sentar naquele ferro e reinar a bagaça toda. Mas, os roteiristas seguiram pelo caminho mais fácil, estereotipado e preguiçoso. A profecia se cumpre. Ela chega até o trono, mas o perde por pouco. Se ao menos tivessem nos mostrado ela reencontrando o Khal e seu filho a "oeste" (um referência a profecia da Bruxa doida da primeira temporada, talvez?) como num sinal de que ela reencontrou seu grande amor e o seu filho perdido, seu final teria mais agridoce, como de Jon.

Foi um final amargo. Aconteceu alguma coisa na produção dessa temporada para tudo ter desandado. Teria os produtores recebido liberdade total para terminar a série como eles quisessem e isso não foi revelado ao público? É uma possibilidade, até porque, os fãs da série vão muito provavelmente querer devorar esses últimos livros para descobrir qual será o desfecho dado pelo Jorjão e só imagine ser algo completamente inesperado e surpreendente como o público esperava da série? Tem angu nesse caroço. 

Isso não deve demorar a acontecer. Não duvido nada que Tio Jorjão tá com esses livros prontos só esperando a editora iniciar a propaganda e nada melhor do que fazer isso depois do fim da série - ainda mais um final nada memorável.


Será o livro memorável?

Teremos que esperar para descobrir. 


Um beijão da Bárbara Herdy.


Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Publicidade

iunique studio criativo

Instagram

© Hey, Mates! – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in