Fluffy Stuff | 1010 maneiras de comprar (um livro) sem dinheiro


Estava passeando pelo facebook, como sempre, quando encontro um post de um amigo, comentando como achou interessante um projeto inovador envolvendo livros e que seria interessante se tivéssemos algo assim no Brasil - para ontem. Falou em inovador e livros, e pronto, Bárbara Herdy ficou interessada instantaneamente, logo, li todo o post e cliquei no link, e fui surpreendida ao me deparar com o site da Super Interessante, ao qual visito sempre, mas nessa semana, não tive oportunidade para tal coisa, e com a seguinte matéria, que é título desse post, fiquei encantada com tal projeto, leia o texto integral retirado do site Super Interessante e admire tal evento, e quem sabe, o Brasil não tem uma edição? Não seria incrível?

Dia 23/04 é o dia Internacional do Livro, na Europa, a data costuma ser celebrada com ofertas e descontos em livrarias, aqui no Brasil também, mas de modo discreto, mas, na Catalunha, há três anos surgiu uma iniciativa que promove a leitura e dá valor ao livro de outra forma que não pelo dinheiro: 1010 Ways To Buy Without Money* (1010 Maneiras de Comprar Sem Dinheiro, em inglês).
Comprar livros sem dinheiro. Parece incoerente, não? Claro. Só que isso não significa que o livro é grátis. A ideia é vender livros em troca de ações que devem ser realizadas e comprovadas pelos clientes. Valem ações do tipo:

- ligar para a sua mãe e dizer que você a ama;
- montar uma playlist alegre e compartilhar com seus amigos;
- doar sangue;
- deixar de fumar; ou
- tornar-se um doador de órgãos.
Os 1010 preços seguem uma lógica.
Eles devem significar uma ação positiva para a pessoa que realiza, proporcionar um valor para a coletividade, gerar algum tipo de utilidade ou despertar a reflexão sobre consumo e sustentabilidade.
A proposta é da agência de publicidade Carlitos e Patricia, de Barcelona. Uma equipe de 20 voluntários trabalhou por algumas semanas para catalogar todos os livros e atribuir seus preços. As obras foram doadas por escolas, associações, editoras, autores, amigos e desconhecidos.
Na semana passada, quando se comemorou o Dia Internacional do Livro, a mesma equipe esteve no espaço do projeto, montado na Plaza Real de Barcelona, para vender as obras e ajudar as pessoas nesta compra diferente. Alguns “pagamentos” podiam ser feitos à vista e, para isso, havia um fotógrafo registrando as ações. Mas em boa parte das compras, as pessoas se comprometeram a enviar uma prova de que a ação foi cumprida. O sucesso da iniciativa está na confiança: “Se não fizer nada em troca, é como se a pessoa roubasse o livro”, explicou uma das voluntárias.
Esta terceira edição do 1010 Ways To Buy Withou Money contou com eventos simultâneos em outras cidades do mundo, como Madrid, Amsterdam, Buenos Aires e Montevidéu. Em breve, o site do projeto* será atualizado com imagens e vídeos de todas as edições e com orientações para organizar e divulgar seu evento de venda sem dinheiro. A expectativa da agência é de que, num futuro próximo, o projeto realize eventos com outros objetos, além de livros.
No vídeo abaixo, você pode ver um pouquinho do evento do ano passado, em Montevidéu. 





Fonte e Texto Principal: super.abril.com






Nenhum comentário:

Bárbara Herdy 2008 - 2014. Tecnologia do Blogger.