Ms Book Worm #3 | A Garota do Outro Lado da Rua, de Lycia Barros


Livro:  A Garota do Outro Lado da Rua
Autora: Lycia Barros
Editora:  Novo Século
Edição:
Páginas: 115
Sinopse: Enzo é um menino intelectual e aplicado nos estudos que não se importa em ser ridicularizado pela maioria dos colegas de turma. Ao lado de seu amigo Leandro, entra e sai do colégio com uma vida monótona e sem grandes emoções. Entretanto, há alguém que sempre balança a serenidade de Enzo: Rafaela, sua vizinha de frente, por quem Enzo é apaixonado desde a infância e é sua colega de turma. Porém, linda e popular entre os estudantes, Rafaela não se dá conta da sua existência até que um dia, em uma excursão do colégio, ambos se perdem juntos na mata. Rafaela e Enzo começarão a se conhecer melhor e perceberão o quanto estavam enganados a respeito um do outro. Mas será que esse conhecimento resultará em uma grande amizade? Será que o amor de Enzo sobreviverá além das aparências? Afinal, quem é verdadeiramente a garota do outro lado da rua?


 
                                                      
Nem Sempre o que Vemos, é Aquilo Que Precisamos.


Lycia Barros, sem sombra de dúvidas, é uma das melhores autoras que temos atualmente em nosso país, como escritora, assisti seus vídeos com altas dicas envolvendo esse mercado, e tento seguir aquelas mais perto dos meus ideais, a adoro como pessoa – humilde, gentil e um gênio – e como escritora. Eu sempre quis comprar seus livros, mas minha situação financeira não é uma das melhores, mas quando tem que ser,acontece, tive a oportunidade de ler “A Bandeja – Qual Pecado Te Seduz?” -  a qual a resenha pode ser lido aqui - através da própria autora que propôs um Book Tour a alguns leitores\blogueiros; sim, sou extremamente sortuda, amei a oportunidade e devorei o livro, que novamente recomendo, comecei a ficar de olho nos preços de seus livros e na primeira oportunidade comprei”A Garota do Outro Lado da Rua”, que havia chamado a minha atenção.

O tema central não é um dos mais originais, já ouvimos\vimos\lemos muito a história de Enzo e Rafaela por ai, entretanto o que torna essa história tão agradável e ouso dizer, diferente, são os seus protagonistas, o desenrolar da história – toda a seqüência envolvendo Enzo e Rafaela aprisionados na Floresta da Tijuca, tentando sobreviver a la Lagoa Azul, enquanto se odeiam e se descobrem é muito interessante e instigante. – e o final. De acordo com algumas resenhas, o final não fora tão apreciado pela maioria, o que me entristece, para mim o final é a cereja no topo do banho de realidade que Lycia nos entrega nessa história direcionada ao público adolescente. Tenho vontade de trabalhar com ele com as turmas que dou aula e vê como essa história tão real e palpável os afetaria e mudaria as suas visões sobre o outro e o mundo.

Sobre os personagens, Rafaela é tão insuportável, mimada, instável e fútil – poderia ficar o resto da resenha destacando os defeitos dela. - que é impossível você gostar dela; Nós, escritores, percebemos que um personagem é inteiramente humano quando os leitores odeiam e amam o personagem, no caso da Rafa, eu não consegui gostar dela em nenhum instante, mas acredito que sua humanidade é bem demonstrada através de seus defeitos, do mesmo modo acontece com Enzo, ele tem os seus defeitos – teimosia e o orgulho – mas também tem suas qualidades que nunca são apreciadas pela Rafa, e isso é frustrante, quando se é adolescente sofremos com isso e não compreendemos o porquê de tal pessoa “odiar” quem somos, ou porquê preferem a popularidade ao ser quem realmente é ... Ler esse livro com 22 anos é uma experiência bacana, ver com olhos maduros aquela fase e até mesmo rir, principalmente ao ver como isso me amadureceu.
Os personagens secundários não são explorados, poderiam, mas creio que Lycia queria que o foco fosse apenas nos protagonistas, e no momento exato dar atenção àquele personagem secundário; Acredito que cada secundário teve sua devida atenção da maneira certa, como Mateus, um covarde que está preocupada apenas com beleza e popularidade; Leandro, melhor amigo do protagonista, que não está lá apenas para ser o ombro amigo dele e sim, para abrir seus olhos a verdade; e eu amei a presença de Alana, a personagem me comoveu, seu carinho e luta por Enzo foram inigualáveis, e o que ela conquista no final foi merecido, para ambos os lados. Vamos ser sinceros, Enzo fez tudo por Rafa, e não recebeu nada em troca, apenas mais desprezo, ao notar que ele fora como Rafa, cego e iludido por algo sonhado, ele luta para mudar isso, ele faz valer a pena ...
Os personagens são jovens que estão errando e aprendendo em cima disso, tem lição mais verdadeira e que levamos na cabeça para toda nossa vida?
Mesmo o foco sendo nos protagonistas, conseguimos nos envolver com os secundários e isso é uma prova da maturidade e fluidez da escrita de Lycia.

O enredo flui, você quer saber o que irá acontecer, mas passa página por página acreditando que o final vai ser um, mas acaba sendo outro; Como sempre, eu já desconfiava que Lycia iria nos surpreender, então eu já suspeitava o final desse livro seria completamente o oposto do obvio, e torcia para que fosse como imaginei, e quando li, fiquei radiante.
Foi um belíssimo final para todos os personagens mencionados.
Na vida é assim mesmo, se temos um bom caráter tentamos acertar em cima dos nossos erros e lutar por aquilo que desejamos, se estagnamos no erro, mais para frente iremos aprender e do modo mais amargo, e garanto que foi o que aconteceu com Rafa (e com tantas outras pelo mundo) que não ganhou apenas o desprezo de Enzo, mas perdeu todo o sentimento que aquele jovem apaixonado tinha por ela.

Eu recomendo a leitura desse livro para o público adolescente – para quem é direcionado mesmo. -, como disse lá em cima, ele pode abrir os olhos dos jovens para atos inconsequentes  mostrar que o outro tem sentimento e que como cada atitude nossa, do ríspido ao carinhoso, podem afetar o mundo de todos a nossa volta, contudo recomendo o também para todas as outras idades, é um livro rápido e gostoso de ler, a experiência de relembrar o tão Enzo que já fui é inigualável, e garanto que pode ser uma nova lição para a vida a todos que já foram como Enzo, a Rafa, Alana, Mateus de alguém, ao terminar o livro, por exemplo, eu tive a certeza que fiz as escolhas certas em minha vida (e continuo fazendo) o que me dá a certeza – e a esperança - que em outros lugares, do Brasil e mundo, outros Enzo’s também estão a sentir isso.



Nenhum comentário:

Bárbara Herdy 2008 - 2014. Tecnologia do Blogger.